Britânico cria e resolve cubo mágico gigante

Resolver um cubo mágico de proporções normais já é difícil. Agora, imagine um cubo de 1,5 metros de diâmetro e pesando quase 200 quilos.

Este cubo gigante foi criado pelo britânico Tony Fisher, que entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes, como o maior cubo mágico já construído.

tony-fisher

O cubo gigante foi construído em cerca de 156 horas, o equivalente a seis dias e meio, e seu criador demorou dois dias para solucioná-lo.

A técnica usada pelo britânico para resolver o enigma é a mesma usada para solucionar a versão original do cubo.

Veja o vídeo de Tony resolvendo o enigma postado por ele mesmo em seu canal do Youtube:

A História do cubo mágico

O cubo mágico, também conhecido como cubo de Rubik, é um quebra-cabeça tridimensional criado pelo húngaro Ernõ Rubik.

Rubik trabalhava para o Departamento de Desenho de Interiores da Academia de Artes e Trabalhos Manuais Aplicados de Budapeste, na Hungria, quando em 1974 criou o cubo.

A intenção de Rubik era criar uma peça que fosse perfeita, em relação à geometria, para auxiliar ensinar o conceito de terceira dimensão (3D) para seus alunos de arquitetura. Porém, em 1980 a invenção viria a se tornar febre mundial.

erno-rubik

O primeiro cubo era feito de madeira e seu criador levou 31 dias para solucioná-lo pela primeira vez. Em seu formato original ele possui faces de 6 cores diferentes, totalizando 54 quadrados. As cores originais eram: vermelho, branco, azul, verde, amarelo, e laranja.

Ainda hoje o cubo mágico é considerado um dos brinquedos mais populares do mundo, já tendo vendido mais de 900 milhões de unidades.

Hoje em dia é fácil encontrar tutoriais que ensinam técnicas para resolver o cubo mágico em poucos minutos.

Recorde de resolução do cubo mágico

Atualmente, o recorde mundial de solução mais rápida do cubo mágico foi de 4,90 segundos. O americano Lucas Etter, de apenas 14 anos conseguiu essa façanha em novembro de 2015.

lucas-etter

O recorde anterior era do também americano Collin Burns, que resolveu o enigma no tempo de 5,25 segundos, em abril de 2015.

Adicione um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading...